May 25, 2006

Semana do Faroeste!

Faz tempo que não escrevo aqui.
Problemas com internet em casa, vida sempre a 200 à hora entre diversão e trabalho.
Pouco tempo passado em casa e pouco tempo para actualizar o blog no trabalho.
O tema sobre o qual escrevo hoje já se passou em Março mas com os últimos eventos em São Paulo voltou a tornar-se relevante porque mtos cariocas passaram as últimas semanas pensando que iria acontecer o mesmo no Rio de Janeiro.
Acredito que dificilmente isso aconteceria aqui pela simples razão que passo a explicar: Enquanto S.Paulo existe apenas uma facção que comanda a favelada e o tráfico de droga - o Comando Vermelho, aqui no Rio existem 3 - Comando Vermelho (Zona Sul), A.D.A - Amigos dos Amigos (Rocinha, Vidigal e zona oeste) e 3ºComando (subúrbios) que não se entendem dentro deles por causa das guerras de poder e controlo de bocas de tráfico, quanto mais chegarem a um consenso para uma uniformização de pensamento e uma demonstração de força e terror em acção conjugada.
Bem depois de contextualizar-vos voltemos ao assunto.
Passou-se em Março essa semana, mas passa-se um pouco em todas as semanas aqui no Rio.
Não acontece à vista de todo o mundo como a imagem que passa em Portugal mas acontece sempre:
2ªfeira: Num jornal aparece a manchete em letras bem gordas "Polícia Goleia Bandidos - 6 mortos!". Sim o título aparece em formato futebolístico, não se choquem, aqui é normal! Apenas se tratava duma operação policial para acabar com o tráfico de droga em 4 favelas dos subúrbios brasileiros.
3ªfeira: Tiroteio noutra favela dos subúrbios (Jacaré) acerca de tráfico de droga - resultado: 3mortos.
4ªFeira: Deito-me para ir trabalhar no dia seguinte e começo escutando estouros. Pensei deve ser algum escape mas fiquei atento e continuo ouvindo pah pah pah, e de outro lado pah pah. Eram os meus vizinhos das traseiras dos morros do Pavão e do Pavãozinho aos tiros. No dia seguinte lia-se no jornal 3 mortos.
5ªfeira: Um doido qualquer decide assaltar um prédio residencial em plena Avenida Atlântica em Copacabana (Avenida junto à praia). Alguém o denunciou, tentou fugir para a praia, troca de balas com a polícia em pleno calçadão. Resultado: Um empregado de mesa e o seu cliente mortos devido às balas perdidas e o bandido morto já dentro do táxi sentado ao lado do taxista.
6ªfeira: Ainda não tinha falado da mundialmente conhecida Cidade de Deus, ela existe e já vi o filme aqui e se não é verdade o que lá está, existem N histórias paralelas e que se equiparam à da película. Aliás eu tenho uma teoria para o nome da comunidade - chama-se Cidade de Deus porque todos os dias mandam alguém para o pé dele. Neste dia que vos falo, houve mais um tiroteio neste local e resultado mais 3, 4 ou 5 mortos mas também não interessa a quantidade (não estou a ser cínico mais um menos um não interessa nada).
Olhando para o tema, acabo por ser o 1º post não festivo que para quem lê poderá ser trágico, chocante ou aterrificador mas para mim este assunto tornou-se completamente indiferente. Quem vê gente a dormir na Rua (na minha há praí umas 5 famílias a viver na calçada), quem vê roubos por esticão frequentemente e escuta ou lê hístórias de tiroteios frequentemente. Ou se assusta ou então se torna frio.A cidade tem isso, torna as pessoas frias e insensíveis para os problemas da mesma.
Se no início olhava para um menino de rua com pena agora acho que a solução é um tiro na cabeça dele (atenção, não é uma sugestão. é uma opinião) porque para os meus olhos ele não é mais um garoto pobrezinho mas sim um projecto de bandido que irá roubar e provavelmente matar alguém.
Continuo a dizer que moro no Paraíso, mas Paraíso para mim não é sinónimo de Perfeição.
O Rio tem sérios problemas mas sinceramente não tou nem aí para eles!
Observo, constato-os, registo-os mas não me perturbam nem mexem comigo.

Prometo que não passarei tanto tempo sem escrever no blog mas desta vez não termino com show de bola nem com Robinhos nem com carnaval...
Não quero que ninguém se assuste comigo, sinto-me tão seguro como em Lisboa, então nesta altura que tá chovendo ninguém sai à Rua, NEM BANDIDO!!!
Carioca vê o céu nublado e fica sem vontade de fazer nada!
Carioca vive para o Sol e o Sol brilha para eles!!!